Nikola Tesla Foi Impedido de Falar Sobre Tecnologia Anti-Gravidade! Que já Existe e Funciona!

Avaliações
5/5

Nikola Tesla foi impedido de falar sobre tecnologia anti-gravidade, mas seus assuntos já  são super secretos, e seguido se fala sobre eles. Se você já ouviu o suficiente sobre Nikola Tesla e não ouviu falar de Thomas T. Brown, é porque Brown tinha ainda mais assuntos secretos.

Ambos sabiam que havia uma relação muito profunda entre eletricidade e gravidade. E recentemente, a pesquisa mostrou que os alemães trabalharam com OVNIS e tecnologias anti-gravidade durante mais de 150 anos.

Nikola Tesla foi impedido de falar sobre suas pesquisas, mas por quê?

Nikola Tesla Foi Impedido de Falar Sobre Tecnologia Anti-Gravidade!
Nikola Tesla Foi Impedido de Falar Sobre Tecnologia Anti-Gravidade!

De acordo com a pesquisa, a tecnologia anti-gravidade não existe apenas, mas também tem sido usada há muito tempo. E que tudo isto está escondido debaixo do nosso nariz. Você está pronto para o que você descobrirá neste artigo? Houve um tempo em que vários jornais de todo o mundo viram objetos voadores, mas não apenas objetos voadores que se pareciam com os OVNIS que vemos hoje. Era como os aviões do próprio mundo, aviões, balões em um momento em que tudo isso não existia. 

Começou em 1896 em Sacramento, Califórnia, e tem havido relatos de vários lugares nos Estados Unidos e em todo o mundo. Há evidências muito claras do grande mistério das naves voadoras de 1890. Milhares de jornais relataram casos de observação dessas aeronaves, e milhares de pessoas afirmaram ter visto essas aeronaves voando e até mesmo aterrissando.

O Grande segredo das naves voadoras de 1890

Nikola Tesla foi Impedido de falar
O grande mistério das naves voadoras de 1890

Note-se que em 1890 não havia aviões nos EUA, que existiam no máximo na França e na Europa. Como esses aviões ainda não voavam corretamente, eles decolavam, voavam cerca de 10, 20 metros e finalmente caíam. E às vezes até causar a morte daqueles que pilotavam, era uma coisa muito perigosa.

E ainda não havia aviação, tudo isso muito antes dos famosos dirigíveis e Zepilim. Nikola Tesla foi impedido de falar, e quando não havia aviação; como as pessoas viam aviões voando e até pousando a 50, 80 km por hora. 

É aqui que entra em jogo a história do Clube de voo de Sonora, e de um misterioso homem chamado Schau ei Der Chalm, que nasceu em Brandemburgo, Alemanha, quando ainda pertencia à Prússia. Em 1830 ele foi para os Estados Unidos e logo se juntou a este misterioso Clube de vôo. Ele ficou na Califórnia por três ou quatro anos, depois se mudou para o Texas e ficou lá para sempre. Em 1930, um de seus diários pessoais foi encontrado, já que todos esses diários haviam sido destruídos e descartados.

A história de um jornal misterioso

No entanto, um dos Diários foi encontrado por um entusiasta da aviação em um sebo (uma espécie de livraria onde livros usados são comprados e vendidos). Ele o levou para sua casa, pensando que ele havia comprado ali uma relíquia, quando abriu, encontrou algo que o surpreendeu e depois entregou às autoridades.

As autoridades o silenciaram, o diário disse que o alemão fazia parte de uma espécie de sociedade secreta chamada Nimza; (observando que Nikola Tesla também foi impedido de falar). Esta sociedade secreta alemã financiou vários inventores de diferentes partes do mundo para construir máquinas voadoras.

Esses estranhos aviões usavam tecnologia anti-gravidade rudimentar. Mas como se isso não existisse até hoje? Bom, pelo menos não oficialmente! Como existia lá em 1830? Toda essa história obviamente parece muito longe da nossa realidade. Apenas nos Estados Unidos na época havia dois homens diferentes envolvidos nesta pesquisa antigravidade, Nikola Tesla e Thomas T. Brown.

Nikola Tesla e Thomas T. Brown e o famoso experimento Filadélfia

Mas Thomas T. Brown estava muito mais envolvido, nesta pesquisa eles sabiam que havia uma relação muito profunda entre eletricidade e gravidade. Eles também trabalharam juntos neste famoso experimento da Filadélfia. O experimento da Filadélfia é basicamente resumido em algumas palavras, um experimento realizado pelo governo dos Estados Unidos. Onde Tesla, junto com Brown, teletransportaram um enorme navio a milhas de distância e o trouxeram de volta.

Os assuntos de Tesla já são super secretos

Se você já ouviu falar muito de Tesla e nunca ouviu falar de Brown, é porque ele tinha ainda mais assuntos secretos do que Tesla. O que ele trabalhou e o que ele fazia é incrível. Eles estavam trabalhando em algo chamado Bee Brown e Fect, e envolvia um capacitor elétrico com mais de 100.000 volts.

E este capacitor flutuava como se não houvesse gravidade. E também acreditava que o metal extremamente eletricamente carregado tem habilidades antigravitatórias, uma espécie de equilíbrio entre partículas positivas e negativas. 

Nassim Haramein

O físico que foi muito recompensado na Bélgica e já ganhou vários prêmios pela física completamente anticonvencional com a qual trabalhava. Fez muitas descobertas interessantes também no campo da antigravidade. Descobriu que se você olhar para a física de um buraco negro, e física em torno do átomo são praticamente o mesmo.

Nassim Haramein, o físico que foi muito premiado

A tecnologia anti-gravidade em que Thomas T. Brown estava trabalhando é apenas um pedaço insignificante da tecnologia que este homem descobriu, desvendou, trouxe para o planeta e foi escondido; da mesma forma que Nikola Tesla foi impedido de falar. Ele nunca negou participar do experimento da Filadélfia, porque ele era uma pessoa muito honesta, mas não podia dizer a verdade sobre o que estava trabalhando. As pessoas perguntavam: “Você trabalhou na experiência da Filadélfia”?

E então ele nunca disse não, porque ele não podia confirmar e falar:” Eu participei”, ele simplesmente não negava. Este homem demonstrou na base de Pearl Harbor, onde flutuou com essa tecnologia com uma amperagem muito alta, um disco. Milhares de soldados viram o que é inimaginável até hoje. Porque ele fez isso e atingiu uma velocidade de milhares de quilômetros por hora. Nós nem sequer temos essa tecnologia no avião mais rápido do mercado hoje.

Utilizando essa tecnologia da altíssima amperagem da eletricidade Tesla levitou um disco.

Assim, somos obrigados a acreditar que a gravidade é uma coisa; a energia eletromagnética é outra. Que não há conexão entre esses dois segmentos, e se fala de propulsão eletromagnética e levitação gravitacional, existe? Não existe, para trabalhar sozinho com uma amperagem muito alta como Tesla, como o Dr. Thomas T. Brown e como os alemães? Esses vetores gravitacionais apareceram agora.

Nikola Tesla foi impedido de falar sobre gravidade e eletromagnetismo

E descobrimos através desses homens, que são muito mais inteligentes do que nós, que a gravidade e o eletromagnetismo são dois campos que podem ser manipulados. Mas espere, eles viram isso em 1920, e em 2021, 101 anos depois e ainda não descobrimos? E teve outra pessoa para estudar o assunto, Nikolai Lazarev, Soviético que é outro físico que estudou física de uma maneira completamente não convencional.

Observações de Nikolai Lazarev

E então, quando não é convencional para a comunidade de física convencional, todos torcem o nariz, mas o cara é um gênio. Nikolai Lazarev observou que o Sol é uma bomba de hidrogênio e deve liberar muito mais neutrinos do que se pensava anteriormente. Ele encontrou várias maneiras de medir essas forças e, em essência, chegou à conclusão de que a energia contida não apenas no Sol, mas em todos os astros, derivam do tempo.

Em um átomo, temos um núcleo muito carregado de partículas positivas. E ao redor do núcleo não temos partículas de elétrons, como aprendemos na escola. Na verdade, temos uma nuvem de elétrons carregados com partículas negativas, e essa ligação de partículas positivas mais partículas neutras e partículas negativas forma o equilíbrio dentro do átomo e tudo é equilibrado.

O fluxo da gravidade, e o fluxo da corrente elétrica trabalham juntos

De acordo com a pesquisa de Thomas T. Brown, essa corrente é um fluxo gravitacional, de modo que o fluxo de gravidade e o fluxo de eletricidade trabalham juntos. E estas não são duas disciplinas separadas. Portanto, o próprio átomo tem que determinar a força da gravidade. Além dos soviéticos e Nikolai Lazarev, que estavam interessados nessa física de torção, outra entidade também estava interessada nessa física de Torção, os nazistas.

E o mais fascinante é que nos anos 50 este tópico foi discutido muito abertamente nos jornais e na mídia, havia anúncios de carros voadores. Por que isso? Porque eles estavam trabalhando no desenvolvimento desta tecnologia. E depois do nada, do dia para a noite, tudo parou, mesmo na cultura pop havia muito sobre o assunto. Imagine que, por exemplo, os Jetsons, que é um desenho de 62, já tinham carros voadores.

Os Jetsons, que é um desenho da década de 62, já tinham carros voadores.

Então era algo que estava sendo preparado

Preste especial atenção aos filmes e desenhos que você vê nos dias de hoje. Porque eles estão nos preparando para entender as coisas que virão no futuro. Em 1955, essa questão, no entanto, já era extremamente proibida.

Tudo que tipo de mídia, mídia falada, pesquisada, lida estava falando, não há tal coisa, vamos esquecer. Mas então Brown foi mais longe e começou a estudar a Magia da goécia, percebendo que todos esses tópicos estavam diretamente relacionados à nossa consciência.

Na década de 50 esse assunto era muito abertamente falado pelos jornais e pela mídia, existiam propagandas de carros voadores.

E que a Magia da goécia poderia interferir nessa física de torção. Pesquisas bizaras mostram que há uma relação entre tecnologia e consciência humana. Os cientistas acreditam que o campo de torção é a força que conecta tudo, a tecnologia com a consciência humana e a física, que temos aqui no planeta hoje.

Mas os alemães também trabalharam para esse propósito em algo que permaneceu em segredo até o final da Segunda Guerra Mundial.

Os nazistas tinham tecnologias antigravidade.

 A HISTÓRIA DE NIKOLA TESLA
O sino da embasamento para a história de que os nazistas tinham de fato tecnologias anti-gravitacionais.

Em 1989, o muro de Berlim caiu, e com este caso, milhares de documentos comunistas começaram a fluir, muitos dos quais nunca foram vistos antes. Em 1995, uma enorme coleção de documentos da Polônia apareceu. E esses documentos contam a história de um fascinante artefato tecnológico que os nazistas construíram, o chamado sino. O sino fornece a base para a história de que os nazistas realmente tinham tecnologias antigravidade.

Os nazistas tinham um OVNI.

E eles realmente tinham um OVNI, que este sino tinha um sistema de propulsão chamado Hannah Bull, e eles construíram uma máquina voadora de, três metros de altura, três metros de largura e em forma de sino. Este objeto foi criogenicamente resfriado com gás hélio líquido. Neste dispositivo havia dois cilindros rotativos, e dentro desses cilindros havia uma substância estranha chamada serem 525, sérum 525, traduzindo para o português.

E ninguém sabe exatamente o que estava neste sérum, mas se acredita que era Mercúrio Vermelho. A rotação do mercúrio vermelho neste sino criava uma espécie de câmera eletrostática. Esta câmera tinha uma energia muito carregada, igual às pesquisas de Tesla. E isso criou um campo gravitacional lá e esse objeto flutuou, então os alemães essencialmente criaram uma versão mini do sol, de três por três.

Um metal líquido é aquecido, como um plasma

Como o sol é um plasma e está sob pressão eletromagnética, surge a famosa torção. Como resultado, este dispositivo cria uma espécie de bolha magnética que cancela a gravidade. Alguns sobreviventes do campo de concentração, viram esse objeto em operação, e descrevem-no como um sino azul flutuante que brilhava enquanto flutuava, como se não houvesse gravidade.

Nikola Tesla foi Impedido de falar

Em 1995, Ben Rich, o criador e pai da aeronave invisível, e também presidente da Lockheed Martin, empresa de aviação mundialmente famosa. Ele fez uma declaração que muda a maneira como vemos a aviação em nosso planeta. Ele disse que já temos tecnologias para viajar para as estrelas e além.

Mas essas tecnologias estão presas em projetos secretos

E seria necessário o poder de um Deus para liberar essas tecnologias e beneficiar a humanidade em tudo, e absolutamente tudo já sabemos fazer. 

Então referente àqueles longas-metragens que vemos, e pensamos que é impossível, que é futurista, que é estranho, que tudo já existe? É o que o Ben Rich nos diz. O que achas disto tudo? Se você acha que as tecnologias anti-gravidade realmente existem. Qual é a razão pela qual essas tecnologias estão escondidas de nós? Razões bélicas? Comente abaixo o que você acha?

Caso você se interesse pelos assuntos do site, é importante que você ajude enviando o link deste e de outros artigos que você gostar para todos os seus amigos nos grupos de zap, de face e também no twitter

Convide os seus amigos para conhecer o site, comente abaixo, vamos ler tudo, isso é muito importante para nós, e nos incentiva a trazer mais conteúdo interessante. Muito obrigado por estar aqui!