Astrônomo de Harvard Descobre Nave Alienígena Monitorando a Terra!

Avaliações
5/5

Astrônomo de Harvard descobre uma espaçonave alienígena que monitora a terra e percebe que, de fato, não é um asteroide. Mas uma espaçonave de observação e exploração alienígena. E você realmente acha que a ciência não tem evidências de que a terra esteja sendo monitorada por alienígenas? Dezessete de outubro de dois mil e dezessete, foi um dia como qualquer outro. Até que no topo de uma montanha, mais precisamente no Havaí, um telescópio observou o céu do nosso planeta e examinou o que seria descoberto no sistema solar.

Qual era o propósito deste telescópio da NASA?

Astrônomo de Harvard Descobre Nave Alienígena Monitorando a Terra
Asteroides que podem ser potencialmente perigosos para a Terra

Este telescópio faz parte do projeto de observação de objetos da NASA, e visa descobrir novos asteroides que são potencialmente perigosos para a Terra. Ele fez seu trabalho de rotina para atualizar seu catálogo. Mas o telescópio Pan-STARRS descobriu algo muito mais perigoso do que um simples asteroide que atingiria a Terra. E de acordo com uma grande equipe de cientistas da região, este telescópio acabara de descobrir a primeira evidência de que há outra civilização inteligente no universo.

E que esta civilização inteligente olhava para nós. No artigo de hoje vamos falar sobre o Oumuamua uma nave espacial alienígena. De acordo com Avi Loeb, astrônomo e professor de física teórica da Universidade de Harvard. Oumuamua está em nosso sistema solar e foi descoberto em 2017. De acordo com o astrofísico, a comprovação está lá para aqueles que precisam dela. 

O Oumuamua viajava a 87.300 quilômetros por segundo

Astrônomo de Harvard Descobre Nave Alienígena Monitorando a Terra
Oumuamua está dentro do nosso sistema solar

O telescópio estava olhando para a nossa galáxia, foi quando descobriu que um objeto se movia a oitenta e sete mil e trezentos quilômetros por segundo. O objeto não parecia ser um cometa. Não só atraiu a atenção do telescópio e da inteligência artificial com que ele estava observando. Mas também dos cientistas, pelo qual recebeu um nome, que também é um nome havaiano. Oumuamua é uma palavra havaiana, e eles perceberam que na verdade não era um asteróide, mas uma espaçonave alienígena, observatória, de exploração.

Foi o primeiro visitante estrangeiro confirmado aqui no nosso planeta. Mas quanto mais telescópios apontavam para esse objeto, mais estranha a história se tornava. O radar mostrou que Oumuamua era um objeto muito estranho, que tinha quase 400 metros de comprimento e tinha a forma clássica de um OVNI semelhante a um charuto. Até à presente data, não há objeto natural com esta forma no espaço. O que fez os cientistas suspeitarem ainda mais que o objeto não era apenas um cometa ou um asteroide.

Astrônomo de Harvard descobre uma Nave Alienígena desacelerando perto do Sol

Astrônomo de Harvard Descobre Nave Alienígena Monitorando a Terra
Oumuamua

A parte mais interessante de tudo isso é que cometas, asteroides, corpos celestes naturais têm uma velocidade constante de movimento. Eles sempre se movem na mesma velocidade. Eles não reduzem e aceleram constantemente. Mas o Oumuamua, quando observado, não só acelera, mas diminui e diminui especialmente quando passa perto do Sol. Para entender como funciona, quando um asteroide natural, normal atinge uma velocidade e se aproxima de outro corpo celeste que tem uma gravidade muito extrema, em última análise, aumenta a velocidade.

Porque ele é impulsionado por essa gravidade, mas Oumuamua não é. Ao passar perto do Sol, desacelerou. O que fez todos os cientistas concordarem que este é um sistema de propulsão mecânica. Portanto não é uma pedra, é uma nave! Os cientistas propuseram várias teorias para essa estranha aceleração do Oumuamua. E a verdade é que tudo isso, culminou com o mesmo resultado, é um objeto extraterrestre. Quanto mais eles examinavam, mais seguro era que o objeto não era natural. 

Mas qual foi a conclusão de Avi Loeb?

Astrônomo de Harvard Descobre Nave Alienígena Monitorando a Terra
Astrônomo e professor de Física teórica da Universidade de Harvard Avi Loeb

O famoso astrônomo de Harvard Avi Loeb estudou os resultados e todas as análises do Oumuamua, e chegou à seguinte conclusão: o Oumuamua não é um corpo celeste natural. Na verdade, esta é uma nave alienígena que tem propulsão. Que acelera e desacelera através de painéis solares, de modo que, quando passa perto do Sol, diminui. Porque ele realmente conectou algum tipo de equipamento que deve existir no corpo desta nave. E toda essa aceleração e desaceleração de Oumuamua provou que esse cientista de Harvard estava certo.

Este tipo de tecnologia, a tecnologia de Oumuamua, embora seja incompreensível para nós aqui na terra, é acessível às nossas mentes. Então podemos imaginar como seria essa tecnologia. Mas ainda não conseguimos reproduzir. Só se tomarmos Oumuamua e fizermos um processo de engenharia reversa e descobrirmos como funciona, e então talvez quem sabe. 

Os cientistas não acreditam que o objeto vagou perdido

Constelação de Pégasus

Com base na velocidade observada de Oumuamua, os cientistas concluíram que levaria cerca de 11.000 anos para chegar à terra se viesse de uma galáxia. E os cientistas já sabem que se originou da constelação Pégasus, independentemente da distância. Os cientistas de Harvard não acreditam que Oumuamua fosse um objeto que foi deliberadamente perdido em nosso universo. Pelo contrário, eles acreditam que Oumuamua usa portais, túneis e buracos de minhoca para chegar à nossa galáxia e até ao nosso sistema solar.

Astrônomo de Harvard descobre nave espacial alienígena, mas o que os astrônomos acreditam?

Os astrônomos acreditam que o Oumuamua é uma espécie de nave de carga. Ou seja, um pedaço de uma nave alienígena que realmente se destacou no processo. Portanto se perdeu, pegou um destes portais, num buraco de minhoca e veio aqui. Por que? Porque é muito grande, não pensam que seja pilotada. Além disso, a forma desta nave também explica por que ela veio aqui para o nosso sistema solar. Como é em forma de charuto, você pode viajar longas distâncias, pois essa forma favorece a aceleração. Ou seja, uma velocidade muito maior. 

Infelizmente esse objeto passa a uma distância muito grande da terra, e é quase impossível para os cientistas obter mais dados. Para ter uma ideia da distância do planeta Terra, seria a meio caminho com Marte. Então estamos como se o objeto estivesse a pelo menos 4,5 meses de distância da Terra. Os cientistas acreditam ainda mais, acreditam que este objeto envia coordenadas do sistema solar aqui, quem sabe para onde. Seria uma espécie de nave de exploração. Este tipo de nave viaja sem tripulação como nossos telescópios, o próprio Hubble, a própria Voyager, a sonda 1 e 2 viajando sem tripulação. 

A ciência já está convencida de que este é o primeiro de muitos

Ser capaz de observar certos sistemas, coletar dados e enviar para quem sabe onde. Seja qual for a explicação para a existência de Oumuamua, a ciência já está convencida de que este é o primeiro de muitos objetos alienígenas que podemos descobrir em nosso sistema solar. Além disso, a ciência está convencida por esse objeto de que nosso sistema solar é visitado por inteligências extraterrestres.

Agora não podemos mais pensar que todas essas perguntas são apenas especulações. Porque há sinais aqui, e também há evidências corretas, só queremos descobrir e descobrir esses problemas. Nós realmente esperamos que você tenha gostado, se você gostou, clique em “Like”, Compartilhe, isso nos ajudará muito!

Por fim, caso você se interesse pelos assuntos do site, é importante que você ajude enviando o link deste e de outros artigos que você gostar para todos os seus amigos nos grupos de zap, de face e também no twitter

Bem como, convide os seus amigos para conhecer o site, comente abaixo, vamos ler tudo. Isso é muito importante para nós, e nos incentiva a trazer mais conteúdo interessante. Muito obrigado por estar aqui.

Siga também nossa Página no Face, vai nos ajudar muito!