Dragão Azul, Espécies Marinhas Curiosas Surgem Nas Praias de Maceió

Avaliações
5/5

Dragão Azul (Glaucus Atlânticus)

Dragão azul, esta criatura é uma espécie de caracol do mar, pode ser encontrada nas águas quentes dos oceanos. Enquanto flutua na superfície devido a um saco cheio de gás no estômago. Os animais não representam uma ameaça, mas surpreendem com sua aparência.

No fim de semana passado, os banhistas de várias praias de Maceió em Alagoas – Brasil ficaram surpresos com a aparência do fascinante animal nas areias da região. Sua cor azul ajuda a se camuflar no fundo do mar.

Enquanto isso, as listras na superfície da pele tornam-no despercebido pelos predadores aéreos enquanto nadam no mar. Seu tamanho também ajuda, já que o Dragão Azul pode atingir até seis centímetros em média. Além disso, tem seis apêndices ramificados nos lados, que podem ser considerados seus dedos.

O Dragão Azul, como a maioria dos caracóis do mar, é uma espécie hermafrodita, isto é, tem órgãos genitais femininos e masculinos. No entanto, o acasalamento ocorre no lado ventral desses caracóis, e não no lado direito, como o resto das lesmas.

Anjo Azul ou andorinha

Também conhecido como o Anjo Azul e Andorinha, este pequeno molusco fica ao lado da Austrália nas costas leste e sul da África do Sul, Havaí e algumas regiões europeias. Há relatos de que a espécie já foi vista em outros lugares, incluindo o Brasil.

O saco de gás no estômago faz com que ele flutue de cabeça para baixo enquanto captura outros pequenos animais venenosos em seus dedinhos.

Por exemplo, quando ele ataca uma água-viva, ele aplica seu veneno até que ela enfraqueça. Imediatamente o Dragão Azul ataca o corpo do animal. Retira pedaços de sua massa gelatinosa com seus pequenos dentes afiados.

Dragão azul usa o veneno de suas presas para casar

Além disso, o pequeno molusco mortal consegue concentrar ainda mais veneno depois de atacar uma água-viva ou outro animal de seu tipo. Sendo imune ao veneno, ele pega a substância do outro e a adapta à sua. Ou seja, com cada ataque, sua mordida se torna mais dolorosa e mortal. Seu veneno está em sacos nas pontas de seus apêndices, seus dedos.

Proprietários de uma aparência exótica, Glaucus Atlanticus são caracóis e atingem seis centímetros de comprimento. Segundo Cláudio Sampaio, professor da Universidade Federal de Alagoas – Brasil, os Dragões Azuis, cujo nome se refere à sua cor e forma, são absolutamente inofensivos para os seres humanos.

Segundo o especialista, a espécie pode ter aparecido nas margens de Maceió devido aos ventos registrados na região durante esta parte do ano. Como as caravanas encontradas nas praias quase ao mesmo tempo, os Dragões Azuis vivem em águas marinhas e provavelmente foram arrastados para a areia pela maré.

Finalmente, Cláudio pede aos banhistas que filmem ou fotografem os animais para enviar as imagens para a Universidade. Isso permite que os cientistas analisem o comportamento das espécies com mais detalhes. As caravelas são uma espécie de água-viva que pode causar queimaduras de 3º grau, o ideal é manter uma distância do animal.

Comente abaixo isso nos ajuda muito motivando nosso trabalho 😍😍

Siga nossa fan page no Face

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no mix
Compartilhar no email