Dicas Sobre Vinhos

Avaliações
5/5

Dicas sobre vinhos

Dicas sobre vinhos, a temperatura depende da preferência de cada um. Mas lembre-se de algumas dicas que veremos, podem fazer a diferença na hora de escolher um bom vinho para apreciar; a sua saúde, “tim tim”!

Dicas Sobre Vinhos
Dicas Sobre Vinhos!

– Dicas sobre vinhos; Os vinhos brancos, caso não sejam resfriados tem tendência a realçar a acidez; mas se são excessivamente gelados, podem impedir a percepção do gosto.

– Nunca coloque cubos de gelo no vinho ou coloque a garrafa no congelador, pois o frio extremo destruirá a qualidade e o sabor da bebida. De preferência, use cubos de gelo, água gelada e sal grosso.

– No Brasil, se a temperatura no verão ultrapassa ligeiramente os 35 graus, os Vermelhos devem estar frios no fundo do refrigerador, porta ou até mesmo em um balde de água fria durante meia hora.

Dicas sobre o vinho diversas

A escolha do vidro também é importante. O bom é enfatizar todas as virtudes do vinho. As taças mais adequadas são aquelas que têm uma haste com o pé. Além de elegantes, podem ser seguradas sem esquentar o vinho. Ideal são os de vidro ou cristal, de paredes finas, inteiramente lisos (os lapidados não permitem apreciar completamente a cor).

No caso do champanhe, o ideal é o copo tipo “flute”, ou flauta e não a tradicional boca larga; que faz com que a bebida perca rapidamente bolhas de gás. Com a Borda mais estreita, a taça flauta permite uma melhor concentração, para percepção de aromas.

– Antes de escolher as bebidas que acompanham o seu almoço e jantar festivo; tenha em conta que os rótulos dos vinhos estrangeiros ou nacionais contêm informação valiosa. Além do nome do fabricante, Ano de produção, produtor, engarrafador, também leva a variedade de uva que conduziu a este vinho. Se é Cabernet, por exemplo, uma variedade de tinta, da região francesa de Bordeaux; se o Pinot blanc, vem da Borgonha.

Outro ponto a considerar é o teor de álcool. Os vinhos geralmente variam de 7,5 a 15 graus (tipicamente 12 ou seja, 12 g de álcool por litro). Mais de 17 graus acaba com a bebida, porque o álcool mata os micro-organismos que produzem a partir do açúcar.
A combinação perfeita:

Dicas sobre vinhos brancos

A variedade, Combinação e Características

Dicas Sobre Vinhos!
Vinhos brancos!

Riesling – (itálica) Cor clara, aroma pequeno, sabor seco, mas agradável. Esta é a variedade que mais aparece nos rótulos brasileiros. Frio, ovos, peixe defumado e assado, carne branca em geral.

Semillon – Levemente amarelado, levemente aromático, mais encorpado, seco (no Brasil). Na França, entrou na composição do famoso Sauternes, adocicado. Frutos Do Mar, Queijo Macio (Brasil). Doces (exceto chocolate) e patê de fígado

Sauvignon Blanc-brilhante – Cor pálida, aroma mais intenso, que lembra frutas e ervas, sabor refrescante. Carnes brancas, peixes grelhados, massas leves, frutos do mar.

Chardonnay – Cor amarelo-claro a amarelo brilhante. Sabor frutado quando jovem e lembra amêndoas quando envelhecido. Sabor intenso. Moluscos, queijos leves, bolos secos (nozes, amêndoas).

Gewurztraminer – Cor brilhante, aroma e sabor típicos, perfumado, elegante, que lembra as especiarias. Os brasileiros não têm todas essas especificações. Fígado de pato, frango ou pato com molho doce ou picante e massas de molho branco.

Treviano – (Saint Emillon ou Ugni branco) cor brilhante, aroma fraco, sabor de pouca personalidade (e um pouco amargo). Carne fria, de porco, branca e assada.

Vinho tinto

Dicas Sobre Vinhos!
Vinho tinto

Cabernet Franc – Cor clara e brilhante, com um aroma a framboesa, sabor a ervas. Esta é a variedade mais citada nos rótulos brasileiros. Queijos de meia cura (camembert, Brie, gouda e ementhal); carne em molho não muito pesada, massa leve em molho de tomate.

Cabernet Sauvignon – Cor densa, com sabores diferentes, destacando-se, amora e violeta. Sabor intenso quando novo, mas com acidez e tanino. Na velhice, se torna bom e agradável. Bom para guardar. Carne (carne de vaca e cabra), aves nobres, queijos duros, como o parmesão, cabra e minas maduras.

Merlot – Cor escura, encorpada, com aroma rústico, que lembra as especiarias. Sabor seco e intenso. Quando está envelhecendo. Macarrão, carne negra (panelas), queijos picantes (boursin, roquefort, gorgonzola) e geralmente cozinhados.

Gamay – É a variedade de uva dos famosos vinhos Beaujolais. Cor brilhante, quase transparente, de sabor frutado, sabor refrescante. Deve ser bebido jovem, ligeiramente frio. Alguns peixes (bacalhau, anguilla), frango, vitela, coelho, porco e presunto.

Pinot-noir – Cor brilhante, aroma pronunciado e variado. Sabor redondo e agradável. Uvas utilizadas para grandes vinhos tintos, algumas rosas e até mesmo para o champanhe (só o sumo). Game Carne de Angola, cordeiro, frango. Rosa, carne assada bem acompanhada, galeto, queijos, creme frio em geral.

Barbera – Cor forte e aroma, sabor ligeiramente áspero, sem muita definição. Macarrão, carne cozida, cabrito.

Se você gostou compartilhe este artigo com seus amigos para que eles também conheçam estas dicas.

Conheça a dieta dos 21 dias

Dieta low carb

Siga nossa página no Face

Até a próxima! 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no mix
Compartilhar no email